19 dezembro 2012

I Hate Love You † Capítulo 1


-Ta bom, depois eu ti ligo tou dirigindo...claro que não Nollan... Tá.... tá tou chegando...idiota...argh ... Posso desl...
Droga, que lindo bati o carro e agora? Não posso me atrasar pro primeiro dia aula, e sem falar no meu pai, vai me matar não tem nenhum mês que eu ganhei e já bati, tou ferrada! Sai às pressas de dentro do carro para ir tomar satisfações com o dono do outro carro...
-Você ta louco? Não viu o que acabou de fazer com meu carro garoto?- eu disse nervosa
- Claro que eu tou vendo não sou cego! Que eu saiba foi você que bateu no meu carro, se liga garota. - ele disse um pouco mais calmo que eu,
- Eu? Cara tu acha eu sou abestada (tiririca voice*, U-U) , tu pega bate no meu carro e ainda vem tirar satisfações, eu aguento - disse irônica, enquanto isso outros carros buzinavam que nem loucos,
-Claro que eu venho, não era eu que estava falando no celular dirigindo, quem eh o abestado (tiririca voice*AGAIN) agora?  RÁ  - falou ele como si tivesse ganhado a briga
- Arrogante – murmurei pegando meu celular dentro do carro, para ligar para meus pais
- Se eu sou arrogante imagina tu.
- Cala a boca idiota – disse ignorando ele, ele também foi ligar para não sei quem ai...

Saí dali e liguei pros meus pais, que por sinal iam me matar, ou fazer uma simulação disso, Bom vamos as apresentações, meu nome eh Emily Walker tenho 19 anos, para ser mais clara completo hoje 19 e estou no 3 ano do ensino médio (entrei tarde no colégio) , Bom esse drama todo não foi por causa de dinheiro ou algo do tipo, porque na verdade meus pais são donos de uma empresa muito famosa e vamos dizer que eles tem bastante dinheiro e a lindona aqui é a herdeira de tudo isso  , esse drama todo foi porque meus pais tinham acabado de me da o carro de presente, e eu já bati ele, vamos dizer que meus pais dão muito valor ao que tem e não querem ficar gastando o dinheiro deles atoa, e eu meio que concordo com isso as vezes... Apenas em relação ao meu irmão, mais enfim eles acabam cedendo... Sempre.
-Mais pai...
-Sem mais Emily! Como você pode dirigir falando ao celular, não tem nem um mês que eu e sua mãe lhe demos esse carro! - disse ele nervoso
-Desculpa, - disse abaixando a cabeça.
-Ok, vamos resolver isso logo, onde você está? - falou ele mais calmo, disse o endereço de onde eu estava junto com aquele garoto insuportável por sinal, ele desligou o celular e em minutos ele já estava lá.

Justin P.O.V
Mais que ódio, agora eu vou perder meu primeiro dia de aula por causa dessa garota, que se dane ela vai pagar o conserto do meu carro,Ah ia me esquecendo, sou Justin Bieber tenho 18 e bom, meus pais são donos da maior empresa do país e a terceira maior do mundo, detalhes. Depois de horas esperando, o pai da garota chegou... E bem ele me parecia muito familiar, fiquei apenas ouvindo a conversa dele com sua filha.
- 3 meses sem mesada ta ouvindo dona Emily! -ele falou bravo, ela apenas bufou e olhou para mim, eu dei um sorriso e ela virou a cara. O cara de terno veio ate mim, com um cheque e perguntou.
- Quanto para o conserto da sua.... Emily você tinha que arranjar justo uma Ferrari para bater? Desculpe-me minha filha é muito distraída.
- Não tudo bem, bom não sei o quanto da tudo isso... Apenas me dê seu numero e depois lhe ligo pra resolvermos tudo isso, ah e ligue para o reboque - eu disse calmo e conformado, o cara era muito compreensivo ao contrario da sua filha, muito bonita por sinal.
-Ok, vou chamar um taxi para você - ele disse anotando seu numero em uma papel e me dando, em seguida ligou para um taxi
- Prazer, Justin Bieber, Sr.Walker - disse olhando para o papel.
- Prazer, Conrad Walker - disse ele sorrindo e depois saiu levando sua filha junto.
Bom e aqui estou eu esperando o reboque e um taxi, comecei o dia bem [...] Depois de alguns minutos o reboque chegou e levou o carro para a oficina, e o táxi ja estava me esperando, Cheguei a casa e meu pai como sempre estava trabalhando, minha mãe provavelmente também, então eu estava sozinho, me joguei no sofá e meu celular tocou.
- Eu!
- Oi amor.
- O que tu quer Britany?
- Pode ser Justin a milanesa? – ela disse e riu piriguete idiota.
- Fala logo, que eu tenho mais o que fazer.
- Eu estou quase chegando à tua casa.
- Fazer?
- Me espera e saberá – ela desligou e eu bufei me levantei e fui até meu quarto tomar um banho, demorei um pouco e depois sai enrolado na toalha, a Britany estava deitada na minha cama e me olhou mordendo os lábios.
- Hum...
- Antes que tu comece a falar me deixa trocar de roupa – disse indo pro closet.
- Não vai precisar – ela disse dando um sorriso malicioso e me beijando, sorri e ela me puxou pra cama me fazendo ficar por cima dela
[...]
- Vamos tomar banho agora? – ela disse com um sorriso malicioso nos lábios.
- Não, você vai pegar suas roupas e ir embora, daqui a pouco meus pais chegam – ela revirou os olhos e se levantou catando as roupas do chão,  respirei fundo e entrei de novo no banheiro, tomei um banho e sai indo pro closet e vestindo qualquer roupa, essas meninas oferecidas já não me satisfazem mais, só pra não ficar sem fazer nada sabe. Desci indo atrás de comida, é a piriguete me cansou, assim que eu desci minha mãe e meu pai abriu a porta de casa.
- Justin, amor – disse minha mãe, vindo me abraçar.
- Oi mãe.
- E ai cara.
- Oi pai, chegaram cedo.
- Temos uma festa pra ir.
- Se divirtam – eu disse antes de morder um pedaço de uma maça.
- Você vai junto Justin – disse minha mãe sorrindo.
- Por quê?
- Porque é a festa de aniversario da filha de uma amiga muito importante nossa.
- Ela é rica. - disse minha mãe olhando para mim.
- E muito, mas não são muitos que sabem disso, mas acredite se ela fechar negocio com a nossa empresa vai ser incrível e é ai garanhão que você entra – disse meu pai apontando pra mim.
- Eu?
- Você.
- O que eu vou ter que fazer?
- Conquiste a filha dela, se vocês namorarem é até melhor.
- Mãe...
- Ele tem razão meu amor, estamos precisando dessa parceria.
- Mas vocês têm tantas.
- Mais uma a mais sempre é bom, use seu charme e conquiste a moça, mas assim que ela assinar o acordo termine com ela, não quero você entre isso – revirei os olhos.
- Suba e se vista a festa é daqui a pouco.
- Mãe...
- Agora – meu pai disse serio, bufei e subi, entrei no closet e comecei a procurar alguma roupa descente, achei enfim uma roupa que minha mãe não me obrigasse a subir e trocar: e me vesti, arrumei meu topete e desci.
- Pronto – disse ao meu pai que estava perto do mini bar que tínhamos em casa tomando um copo de whisky.
- Ainda temos que esperar sua mãe, sabe mulheres.
- Sei – disse e me sentei no banco do bar de frente pra ele – eu tenho mesmo que fazer isso?
- Vai ser só por um tempo, só o tempo de fecharmos o negocio.
- Isso não é certo pai, vocês não podem resolver isso de outra maneira e sem me envolver?
-Justin meu filho, já esta na hora de você a aprender como funcionam as coisas em nossa empresa, afinal você vai ser dono dela um dia, Só não se apaixone - ele disse e eu ri.
- Nunca.
- Never Say Never.
- Essa frase não se aplica muito aqui, nunca me apaixonei pai.
- Estou pronta – disse minha mãe descendo as escadas.
- Aleluia – disse meu pai em seguida bebendo o resto do uísque e botando o copo no balcão – vamos? Você está linda...
- Claro, obrigado meu amor – ela disse e os dois enrolaram os braços e saíram andando em direção a porta, me levantei e fui atrás deles rindo da cena que tinha acabado de ver.

Chegamos a uma casa enorme, não tanto quanto a minha, toda iluminada e arrumada, carros estacionavam toda hora ali na frente, festa de rico, tédio. Descemos do carro, obs: Meus pais desceram do carro no maior swag juntos pousando para as fotos, eu desci depois deles e um fotógrafo tirou uma foto minha, mostrei todo meu swag e segui meus pais que estavam quase chegando na porta, bem eles nem sempre são assim sabe, me abandonam, mas depois que a empresa começou a fazer sucesso meio que tá assim. Meus pais entraram e foram direto falar com uma garota, muito da gostosa, andei rápido pra perto deles e minha mãe me olho sorrindo.
- Justin querido, essa é a garota de quem eu lhe falei , Emily – ela disse apontando pra mina gostosa.
- Prazer – ela disse estendo a mão.
- Prazer – disse deixando sua mão no vácuo e beijando sua bochecha, ela deu um sorriso tímido e abaixou a cabeça, espera bem ai, essa é a menina que bateu no meu carro...
- Então, nós vamos atrás dos seus pais Emily– disse minha mãe e os dois saíram.
- Você parece bem mais educada agora – eu disse fingindo um sorriso
- É sei quando ser – ela disse, fingindo um sorriso aos convidados que entravam
- Devia aprender a ser quando bateu no meu carro– eu sorri sínico e sai dali, tá se achando de mais, revirei os olhos e fui até a mesa de salgadinhos.
- Justin querido, vá atrás da Emily – disse minha mãe parando do meu lado.
- Ela tá atendendo os convidados.
- Pois vá atender com ela – ela disse e saiu, revirei os olhos e botei uma coxinha na boca e fui em direção a ela que estava meio que parada perto da porta.
- Esperando alguém? – disse parando do lado dela.
- Ninguém que te interesse.
- Provavelmente sim.
- Vai me perseguir agora? – ela disse enfim olhando pra mim.
- Não, só não tenho nada pra fazer e até agora você é a mais decente que eu achei.
- Se isso era pra ser uma cantada, você falhou.
- Não era pra ser uma cantada, quando eu realmente começar a te cantar, você não vai precisar responder – disse e ela riu.
- Por quê? Porque eu vou tá vomitando?
- Nops! Seus lábios vão estar ocupados com outra coisa – disse malicioso e ela riu.
- Acho melhor você ir atrás de outra pessoa pra falar.
- Neim meus pais, estão ocupados.
- Quem são seus pais? – ela disse olhando pra mim.
- Os que me apresentaram pra ti, dã. - Falei como se fosse óbvio.
- Ah, achei que eram tios ou só amigos.
- Não.
- Então é Justin Bieber?
- Yep! E você Emily o que?
- Walker – ela disse sorrindo.
- Ah empresa famosa.
- Claro, se não seus pais não estariam aqui – ela sorriu e saiu dali indo rumo a um grupo de jovens.

Emily P.O.V
Agora i see o menino pivete, vindo atrás de mim, escapei logo e fui atrás dos meus amigos, a maioria estudavam comigo e eu conhecia a bastante tempo, Katherine (Kate) e Nollan.
- Hey.
- Eaae gata, pensei que tinha esquecido dos friends já que você não foi para a aula hoje  – disse a kate vindo me abraçar.
- Hey Amy, claro que não ne meu amor , eu bati carro e acabei de descobrir que o dono dele ta aqui - disse
-Serio? Me conta mais, ele é pelo menos gato ? - Disse Kate empolgada se interessando logo, u.u atirada essa menina vei
- E muito, porém, no entanto, um idiota total - disse sorrindo
- Boa noite aniversariante – escutei uma voz familiar e olhei pra trás onde estava o Nollan sorrindo.
- Nollan – disse dando um abraço nele – achei que não vinha amigo desnaturado U-U - Falei fazendo um bico
- Tive uns problemas pra vir, mas teu aqui presente – ele disse me entregando uma caixa roxa com preta, bem Kate e Nollan resumindo melhores amigos, sei lá porque, desde que eu me lembre eu conhecia eles desde que eu me entendo por gente, e o Nollan, bom... Namorei com ele uma época, BUT um passado bem distante. Eles são as únicas pessoas que me amam pelo que eu sou, e não pelo meu dinheiro, por isso meus idiotas!

- Ah valeu – disse pegando a caixa – o que ser?
- Abra minha fia, disse apontando para a caixa, abri e vi uma pulseira cheia de pingentes de todos os tipos.
- Que lindo, quem foi que escolheu? u.u tu que não foi – disse botando a pulseira no meu braço , ele olhou para mim como se tivesse magoado ele profundamente–  eu ri com sua expressão.
-Ah, qual é Ems o gatão aqui tem bom gosto - Ele disse e piscou para a Kate.
- Bom na verdade EU linda sedution tenho bom gosto né Nollan! Eu que ajudei a escolher Emily -Disse Kate sorrindo - Traidora - Disse Nollan e saiu para pegar uma bebida

- E tú mão de vaca? Cadê meu presente? – disse botando a mão na cintura e olhando pra Kate.
- Amanha vamos ao shopping e você escolhe qualquer coisa pra você – disse a Amy.
- Consideração – disse e rimos,
- Ei Emily, venha aqui – disse uma das riconas que se acha que tinha ali, forcei um sorriso e fui até ela.
 -Oi?
- Você se lembra do James? – disse e assim começou uma conversa chata e longa, eu estava quase dormindo quando escutei uma voz rouca.
- A senhora poderia me emprestar ela por um segundo? – ele disse e olhou pra ela.
- Ah claro, não quero atrapalhar o casal – ela disse se levantando.
- Nós não...
- Obrigado senhora – ele disse me interrompendo e me puxando pra longe dali – de nada.
- Valeu, eu estava quase dormindo ali, aquela mulher fala demais.
- Pois é.
- E ai quer o que em troca?
- Vei tu fala que nem eu.
- Só muda a idade né, amor? – disse sínica.
- Meses não fazem diferença – ele disse eu ri.
- Eu tenho 19, pivete – disse e ele me olhou levantando uma sobrancelha.
- Pivete? Rum sou mais velho que você.
- Não considero 18, mais velho.
- Como você sabe? Grande diferença para você fica me chamando de pivete -
- Bem, acho que mais cedo você falou com meu pai, sobre o carro ja esqueceu meu querido? - disse levantando uma sobrancelha.
- Falando em carro, você me fez perder meu primeiro dia de aula, e ainda por cima fez um grande estrago na minha Ferrari novinha sabia? Disse a encarando, esperando da parte dela uma comoção, umas desculpas, algo do tipo mais sem sucesso
- E eu me importo? - ela disse e saiu arrogante, revirei os olhos e fui atrás dela.
-Deveria se importar, não era eu que estava falando ao celular.
- Vai ficar me perseguindo agora é garoto? - ela disse me encarando
- Até eu conseguir o que eu quero - disse mordendo os lábios.
- E o qui é qui tu quer? - ela disse olhando calma para mim. Me aproximei dela, eu ainda não tinha percebido o quão ela era bonita, e tinha os olhos mais lindos que eu já tinha visto, olhei no fundo dos seus olhos e olhei para sua boca que estava praticamente chamando para ser beijada até que...


-9 comentários?-

~Heeey girls, mec vcs tão ? I'm fine, bom essa aqui é a nova ib, and eu sou a Thainá a prima da Flor *u* Que ela me chinga tanto nessa IB, é pq me ama sabe haha u.u Bom aê tah o primeiro capítulo, Avisando que esse capitulo tem mistura de coisa que a macaca da Flor fez pq num gostou ai jogou pra eu fazer o resto , u.u Enfim Comentem e digam se estão gostando ou não, pois esta eh  minha primeira ib ok ?! *---*  Então eh isso , espero que gostem ! Bye peoples sedutions, até o proximo capitulo ;D , 
  -By: @ItsThainaAraujo

10 comentários:

  1. Heey continua , gostei muito to anciosa pra saber sobre o proximo capitulo esta realmente muito boa beijoos até o proxino capitulo .

    ~Caah~

    ResponderExcluir
  2. Uiaaa que a bicha tem talento.. Thaina minha Fia continua Logo moss, pq eu to amandooooo... Bjs @verttonoliveira

    ResponderExcluir
  3. ADOREI, ficou muito muito legal msm
    ;3 xoxo
    @BelaSwagOnMe

    ResponderExcluir
  4. bruna(@vemninimjerry/loucapelalovato)20 de dezembro de 2012 05:18

    adoreei *-* haha ain ñ demora pra postaa, anciosa pra saber quem interrompeu o Bieber sedução u.u kk

    ResponderExcluir
  5. Amor, gostaríamos que você desse uma passadinha no nosso blog, se gostar comenta e segue o blog? Obrigada! :) >> http://justinetaylor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Adorei , ficou óootimo, mais porque voce parou na melhor parte ):
    continua logo por favor.

    ResponderExcluir
  7. A-D-O-R-E-IIIIII Serio ta very cool, continuaaa... ah e tu tem o mesmo sobrenome qe eu (Araujo) Sério coincindencia nér ? kk (ah e n repara nos meus erros de ortografia naum, eu sou assim mermo, i am analfabeta, and abestada too) kkkk aah ota coisa eu te segui no twitter segue de voltah ?? bjiin' @Jaii_JDB

    ResponderExcluir
  8. Outra que para na melhor parte, vcs querem me matar ! hahahha Continuaaaaaaaaaa pfvr, pfvr pfvr ta perfeito u-u

    ResponderExcluir
  9. Continua ta mt perfeita bjs

    ResponderExcluir
  10. hey seu post foi muito divo amore :) Ameeeeei continuaaaa logooooo estou muito ansiosa @SupraOfJustin

    ResponderExcluir

Se for comentar em anonimo,deixe nome ou twitter,thanks :D